A. cocacolagirl @ 22:57

Sex, 04/01/13

Em duas palavras, bastante simples, consigo resumir o meu ano de 2012: difícil e surpreendente.

Nem tudo pode ser bom, a vida não é feita só de bons momentos e o ano de 2012 foi um ano bastante difícil, mesmo complicado. Foi a minha monótona rotina, por causa de matemática, que me levou a um estado em que não tinha qualquer motivação para sair da cama. Foi o 2º cancro diagnosticado ao meu tio e consequentemente o seu falecimento e foi a notícia de que, ao fim de tanto esforço, não tinha conseguido entrar no curso que queria.

Mas o ano de 2012, também foi o ano em que tive um dos Verões mais calmos de sempre. Consegui finalmente ficar morena, coisa rara para mim. Foi o ano em que me conheci melhor, o ano em que fiz coisas que nunca julguei que tivesse coragem para as fazer. Só nestes últimos 4 meses, senti que me descobri, que renasci outra vez. Senti-me viva, cheia de energia. Apesar de não estar no curso que quero, é bom ter aquela agitação do dia-a-dia, de ver e conhecer novas pessoas, de aprender coisas novas todos os dias, de finalmente ser caloira.

Sinceramente não sei o que esperar de 2013, por enquanto está a correr bem no que toca a notas de frequências. Só quero que seja um ano que me surpreenda pela positiva e que, de uma certa forma, me recompense pelos momentos menos bons que tive o ano passado.



De:

Data:
6 de Março de 2013 às 23:25