A. cocacolagirl @ 22:59

Sex, 27/04/12

"Os maridos egípcios vão ter, em breve, o direito de fazer sexo com as esposas mortas, até seis horas após o último suspiro da mulher. O pacote legislativo em estudo baixa, ainda, para 14 anos a idade mínima legal para casar. O novo parlamento do Egito, dominado pelos islamistas, está a preparar um pacote legislativo que choca vários setores da sociedade do país. Das medidas reveladas, a mais controversa pretende aprovar o "sexo de despedida", legalizando a possibilidade do marido fazer sexo com a mulher, até seis horas após a hora da morte da companheira. Segundo a imprensa egípcia, a legislação proposta pretende, ainda, baixar para 14 anos a idade mínima legal para casar e tem como pano de fundo afastar as mulheres do mercado de trabalho e da escola. O Concelho Nacional para a Mulher (CNM), do Egito, está a lutar contra a implementação destas medidas, que "marginalizam e diminuem o estatuto da mulher e vão afetar negativamente o desenvolvimento humano do país", conta o tablóide britânico "The Daily Mirror". Segundo o jornal egípcio "Talawai", a líder do CNM, Mervat al-Talawi, escreveu ao porta-voz da Assembleia Popular do Egito a mostrar preocupação com alterações à lei com base em "alegadas interpretações religiosas".

Isto não pode ser verdade, estou chocada!



somethingintheway @ 00:56

Sab, 28/04/12

 

Ja tinha lido, é simplesmente doentio e nojento mas isto é só a minha opinião :/


cocacolagirl @ 22:48

Sab, 28/04/12

 

Eu também partilho da mesma opinião do que tu...sinceramente não sei o que se passa na cabeça desta gente. Enfim...


BeatrizCM @ 19:12

Seg, 30/04/12

 

apesar de vivermos numa sociedade dita moderna, ainda se verificam bastantes situações destas, principalmente no oriente subdesenvolvido... é triste.


cocacolagirl @ 22:20

Seg, 30/04/12

 

Acredita, é mesmo triste. Eu nem quero imaginar o dia-a-dia destas mulheres... esta notícia revolta-me imenso..